segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Precisa-se de pastores!

Mateus 5:1-12

1) Pastores que Queiram Aprender com Jesus. (v 1-2)

A aptidão para o ofício sagrado vai além da sabedoria humana! Um Seminário não forma um pastor.

O concílio examina o conceito teológico; mas:

“as nossas aptidões morais e espirituais serão provadas pelo labor do nosso ministério, e este é o mais fidedigno de todos os testes.” (C.H.Spurgeon)

Mas, lembre-se: A prática sem teoria se torna infrutífera, a teoria sem a prática se torna vã!

2) Pastores Humildes. (v 3)

a. Humildes para aceitar sua limitação.

Não subestimando o pecado!

b. Humildes para aceitar críticas.

E repare o erro cometido!

c. Humildes para reconhecer a suficiência em Cristo!

Nunca sentindo-se auto suficiente!

3) Pastores que choram. (v 4)

a. Choram, pois se compadecem do próximo.

Não sendo indiferente aos problemas!

b. Choram por causa do pecado existente.

E estão dispostos a denunciá-lo!

c. Choram quando erram o alvo estabelecido.

E estão dispostos a se arrependerem!

4) Pastores Mansos. (v 5)

a. Mansos, e submetam-se totalmente a Deus.

Fazendo o que é correto, não o que convém!

b. Mansos evitando vãs discussões.

“Nas coisas essenciais unidade, nas não essenciais liberdade, sobre tudo o amor!”

c. Mansos ao se depararem com as limitações de outros.

Não fazendo deles um trampolim para seu sucesso pessoal!

5) Pastores Justos. (v 6)

a. Justos na sua avaliação pessoal.

Qual a relevância do meu ministério?

b. Justos no trato com suas ovelhas.

Usando da mesma medida, sem favoritismo!

c. Justos segundo o padrão divino.

Sempre perguntando: Em seus passos, o que faria Jesus?

6) Pastores Misericordiosos. (v 7)

a. Misericordiosos ao se deparar com o pecado de outro.

Somos médicos em busca de restaurar, não coveiros!

b. Misericordiosos socorrendo os necessitados.

A sociedade espera de uma resposta prática!

c. Misericordiosos auxiliando outros pastores.

Mesmo discordando de suas convicções!

7) Pastores Limpos de coração. (v 8)

a. Limpo, pois foi lavado pelo sangue de Cristo.

Ninguém pode dar aquilo que não tem!

b. Limpo, pois não tira proveito do próximo.

O líder as pessoas o seguem espontaneamente!

c. Limpo, pois não tem do que se envergonhar.

Pois, honra o ministério que lhe foi confiado!

8) Pastores Pacificadores. (v 9)

a. Pacificador, pois encontrou a Paz em Jesus Cristo.

Paz que nos conforta em meio a tribulação!

b. Pacificador, levando outros a ter Paz com Deus.

Mesmo quando for contra sua vontade!

c. Pacificador, no exercício da sua função.

Pois, preocupa-se para quem e não como!

9) Pastores Perseguidos. (v 10)

a. Perseguidos, pois saíram da zona de conforto.

O campo de batalha é sua zona de conforto!

b. Perseguidos, pois não se calam diante da injustiça.

Nunca usando de conivência ou interesse pessoal!

c. Perseguidos, pois levam outros ao conhecimento da verdade.

Não cedendo aos caprichos humanos!

10) Pastores Injuriados. (v 11)

a. Injuriados, pois confrontaram falsos ensinos.

Mesmo que isso lhe coloque numa posição ruim!

b. Injuriados, pois confrontaram falsos mestres.

Mesmo se eles estiverem ao seu lado!

c. Injuriados, pois não cederam às artimanhas.

Nunca se desviando da mensagem bíblica!

11) Pastores que Regozijam-se com seu chamado. (v12)

Se você puder ser: padeiro, advogado, político, etc...

“Não entre no ministério se você puder passar sem ele”. (Spurgeon)

Siga seu caminho como cristão!

O pastor regozija-se com seu ministério:

a. Regozija-se, pois vê o ministério como um chamado divino e não um emprego.

b. Regozija-se, pois tem total confiança na provisão divina, não em suas próprias forças.

c. Regozija-se, pois conhece quem O chamou!

Precisa-se de pastores:
Não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo e Deus Pai.” (Gl 1:1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário